Sexta, 09 Agosto 2019 13:46

Pombo transmissor de doenças

 

Os pombos são aves muito comum nos centros urbanos, mais pode ser um grande transmissor de doenças quando não controlado adequadamente, afetando tanto os seres humanos como também animais.

 

Nos seres humanos alguns exemplo de doenças transmitidas pelos pombos são: criptococose ou a salmonelose. Nos animais os parasitas transmitidos pelos pombos são os popularmente conhecidos piolhos e carrapatos. Que também podem afetar os seres humanos.

 

As doenças salmonelose e criptococose são transmitidas principalmente pelas fezes das aves, embora não seja necessário a eliminação dos pombos o que é considerado crime ambiental, pois as aves no caso os pombos pertence a uma cadeia de animais do ecossistema e a tecnologia Pigeons Out repele as aves sem causar qualquer problema ambiental.

 

É importante ter cuidado com o contato com as vezes do animal.

 

Doenças

  • Criptococose: É transmitida pelo pombo urbano através das fezes, onde vive o fungo da espécie Cryptococcus neoformans. Quando os esporos do fungo são inalados há o comprometimento inicial dos pulmões e conforme o fungo fica no hospedeiro (homem) ele vai se desenvolvendo e se espalhando por outros órgãos do corpo através da corrente sanguínea, ao tingir o sistema nervoso pode causar meningite que é um estado avançado de infecção por criptococose. O Cryptococcus neoformans é um fungo oportunista, ele se desenvolve quando o sistema imunológico está comprometido, principalmente quando o hospedeiro esta infectado pelo vírus HIV.
  • Salmonelose: É mais frequentemente associado a ingestão de alimentos contaminados mal lavados ou mal preparados. A bactéria salmonella também pode ser transmitida através das vezes dos pombos. Isso acontece quando as vezes se ressecam e o vento leva o pó das vezes contendo a bactéria para os alimentos próximos. A bactéria fica presa a frutas e vegetais que quando mal lavados podem contaminar os seres humanos.
  • Encefalites virais: Pombos são considerados grandes vetores de doenças e um dos reservatórios mais importantes para vírus Nilo Ocidental ou da encefalite de São Luís. Os pombos são um dos reservatórios mais importantes para vírus como o vírus do Nilo Ocidental ou da encefalite de São Luís. Esse vírus pode atacar o sistema nervoso e causar diferentes sintomas, variando entre perda de consciência e o risco de morte do hospedeiro. Este tipo de encefalites (vírus) são transmitido por mosquitos, que picam os pombos e consequentemente podem picar os humanos e passar o vírus.
  • Escherichia coli: Os sintomas da infecção por essa bactéria é semelhante ao da Salmonella. A E. coli atua na região intestinal, causando dor abdominal, cansaço excessivo, náuseas, vômitos e diarreia. Para evitar este tipo de infecção é muito importante lavar muito bem as mãos depois de estar num ambiente com pombos.
  • Toxoplasmose:  É uma doença causada pelo parasita Toxoplasma gondii ou T. gondii, estão muito associado a contaminação por vezes de gatos mais também está presente nas vezes dos pombos. O parasita não causa qualquer sintoma em pessoas saudáveis, mais em pessoas em que o sistema imunológico esteja comprometido a infecção pode ser grave levando até a morte. As pessoas que são consideradas de risco são: grávidas, idosos, crianças, portadores do vírus HIV e pessoas que estão em tratamento para o câncer.

 

A Manejo Pragas possui soluções eficientes contra pombos e uma delas é Pigeons Out, sistema moderno e de alta tecnologia. Entre em contato e solicite uma visita sem compromisso. 

 

 

 

Publicado em Artigos
Terça, 06 Agosto 2019 16:41

Pigeons Out

 

O sistema Pigeons Out é a solução mais moderna para as necessidades atuais, quando o assunto é controle de pombos. Podendo ser instalado em qualquer ambiente externo por conter as seguintes características:

  1. Não é veneno
  2. Alta tecnologia
  3. Não causa danos a animais e seres humano
  4. Consumo de energia baixo
  5. Não produz som

 

O sistema Pigeons Out produz um campo eletromagnético, exclusivo aos Pombos. O campo gerado pelo sistema cria uma barreira eletromagnética, impedindo os pombos de ficarem alojados onde estiver instalado o sistema Pigeons.

 

A Manejo Pragas tem a solução completa para controle de pombos. Entre em contato, tire suas dúvidas e agende uma visita sem compromisso.

 

Publicado em Artigos
Quarta, 24 Julho 2019 14:34

Controle de pombos

 

Pragas urbanas são um dos grandes transtornos dos grandes centros urbanos nos dias de hoje. As aves também estão nesta lista, mais especificamente o pombo. Considerados grandes transmissores de doenças tanto para humanos e animais. O controle de pombos precisa ser feito por uma empresa especialiazada e com tecnologia de ponta para garantir o melhor resultado possível.

 

Sempre buscando soluções eficazes a Manejo Pragas tem em seu portifólio, soluções completas para dedetização em geral e como dedetizadora que preza pela qualidade de suas soluções para controle de pragas. Temos o Sistema Pigeons Out ou barreira eletromagnética.

 

Sistema de alta tecnologia que cria uma barreira eletromagnética em volta da edificação, desestalizando os pombos ao se aproximar da edificação. Impedindo assim de fazerem seus ninhos ou de simplesmente pousarem em sua casa ou outro estabelicimento.

 

O Pigeons Out tem baixo consumo de energia e não faz mal aos seres vivos ou interferem nos sistemas elétricos. Tecnologia que pode impedir o aparecimento das doenças abaixo.

 

Entre os problemas de saúde mais comuns transmitidos pelos pombos estão:

 

  1. Criptococose: Micose de pele.
  2. Histoplasmose: Ornitose, um tipo de infecção.
  3. Salmonelose: Infecção bastante forte.
  4. Dermatites: Acaro de pele.

 

Para proteger a residência da infestação de pombos, é necessário apoio profissional para solucionar definitivamente a permanência dos animais nos recintos.

 

A Manejo Pragas é especializada no controle de pombos, com soluções modernas e eficientes garantindo qualidade na execução do projeto. Atendendo em Campinas e região, a Manejo Pragas possui corpo técnico pronto para tirar qualquer dúvida. Não deixa para depois o que pode ser feito agora, entre em contato e faça um orçamento.

Publicado em Artigos
Terça, 09 Abril 2019 01:26

Pombos

 

pomba 01Hábitos

São aves de origem europeia e encontradas no mundo todo, com exceção nas regiões polares Norte e Sul. As aves especificamente os pombos, alimentam-se preferencialmente de grãos diversos e sementes de várias culturas de plantas. Também podem reaproveitar restos de alimentos quando não acham sementes para compor a sua dieta ou até mesmo buscam no lixo quando a escassez de sementes está mais rigorosa ou quando a oferta de lixo é maior que a de sementes próximo dos seus ninhos. Um outro agravante é a alimentação ativa fornecida por pessoas em centros urbanos tais como, praças, parques, residências e etc. Esse processo de oferta de comida abundante, acarreta no considerável aumento dessa população e quando não tomado nenhuma ação para controle de pombos, pode ocasionar no aparecimento de graves doenças para quem tem contato com as aves ou suas fezes.

Os pombos constroem seus ninhos em lugares diversos, mais preferem lugares de difícil acesso para lhes garantir mais segurança para si e seus ovos quando botados. Alguns exemplos de lugares que essas aves se abrigam são: prédios, torres de igreja, forros de casas e beirais de janelas. São animais de apenas um parceiro mantendo essa fidelidade pela vida toda.

 

Esses lugares de difícil acesso são ideias para a proliferação de pombos e a Barreira Magnética é a solução ideal para o controle total da população de pombos. Por se tratar de uma tecnologia que não agride o meio ambiente, o Pigeons Out pode ser instalado em qualquer edificação não trazendo quais quer danos aos seres vivos e aparelhos eletrônicos.

 

Ciclo de vida

Nos centros urbanos podem viver aproximadamente de 3 a 5 anos, e em condições de vida silvestre 15 anos. A fêmea faz os ninhos com materiais que encontra na redondeza de seus abrigos, e põe de 1 a 2 ovos que são incubados por um período de 17 a 19 dias. No nosso clima, em  boas condições de abrigo e alimento podem ter de 4 a 6 ninhadas por ano.

 

pomba clico vida

 

Importância para a saúde

Algumas doenças como criptococose, histoplasmose e ornitose são transmitidas através da inalação de poeira contendo fezes secas de pombos contaminadas por fungos (histoplasmose e criptococose) ou ricketsia (na ornitose). Elas comprometem o aparelho respiratório e podem também afetar o sistema nervoso central no caso da criptococose. A salmonelose pode ser transmitida pela ingestão de alimentos contaminados por fezes de pombos contendo o agente infeccioso Salmonela sp (bactéria), que compromete no aparelho digestivo. Ácaros de pombos provenientes  de aves e ninhos podem causar dermatites em contato com a pele do homem.

 

Medidas Preventivas

  • Umedecer as fezes antes de remove-las e utilizar máscara ou pano úmido na boca e nariz para fazer a limpeza do local;
  • Proteger os alimentos de possível acesso das aves;
  • Algumas medidas como telas nas aberturas, remoção de ninhos, mudança no ângulo de inclinação da superfície de pouso para 60º, fios de nylon em beirais servindo como barreira, bem esticados e presos nas pontas por pregos.
  • Não permitir o reaproveitamento por pombos das sobras de ração de animais domésticos. A população também deve ser esclarecida que o hábito de fornecer alimentos para pombos acarreta desequilíbrio populacional com proliferação excessiva dessas aves, desencadeando problemas para o meio ambiente e afetando a qualidade de vida das pessoas.

 

A Manejo Pragas é especializado em soluções contra pragas urbanas em geral. Atendendo Campinas e região.

Publicado em Pragas Urbanas

Pesquisa

Precisando de dedetização, descupização, desratização?